domingo, 19 de setembro de 2010

Afinal, o que é curtição?

Que pena que nossos jovens não sabem mais o que é realmente curtir a vida. Parece que perderam completamente o prazer de viver. Para estar bem acreditam que é necessário algo mais, algo que "faça a cabeça", que os tire da realidade. Quanta inocência! Quanta criancice! Quanta bobagem!
A vida é simples demais. Os verdadeiros prazeres da vida está nas menores coisas que fazemos ao longo do dia.
Não existe nada mais gostoso que acordar abrir a janela e ver o sol, os pássaros, as plantas, o corre corre das pessoas indo ao trabalho, a produtividade, a busca do sustento, do pão de cada dia.

É muito gratificante falar bom dia e receber um sorriso de volta.Ouvir uma música no transito,aquela que te traz a paz ou recorda bons momentos, no meu carro sempre tem a voz de Almir Sater, cantando o que para mim é um hino de amor a vida, de amor e respeito por si mesmo : 





Ando devagar porque já tive pressa,
E levo esse sorriso, porque já chorei demais,
Hoje me sinto mais forte, mais feliz quem sabe,
Só levo a certeza de que muito pouco eu sei, ou
Nada sei, conhecer as manhas e as manhãs,
O sabor das massas e das maçãs.
É preciso amor pra puder pulsar, é preciso paz
Pra poder sorrir, é preciso
 a chuva para florir.




Penso que cumprir a vida, seja simplesmente
Compreender a marcha, ir tocando em frente,
Como um velho boiadeiro, levando a boiada
Eu vou tocando os dias pela longa estrada, eu vou,
Estrada eu sou, conhecer as manhas e as manhãs,
O sabor das massas e das maças,
É preciso amor pra puder pussar, é preciso paz
Pra poder sorrir, é preciso a chuva para florir




Todo mundo ama um dia, todo mundo chora,
Um dia a gente chega, no outro vai embora,
Cada um de nos compõe a sua história, cada ser em si
Carrega o dom de ser capaz, e ser feliz,
conhecer as manhas e as manhãs,
O sabor das massas e das maças,
É preciso amor pra puder pulsar, é preciso paz
Pra poder sorrir, é preciso a chuva para florir




Ando devagar porque já tive pressa,
E levo esse sorriso, porque já chorei de mais,
Cada um de nos compõe a sua história, cada ser em si
Carrega o dom de ser capaz, e ser feliz














ONDE ENCONTRAR A VERDADEIRA PAZ?

Certamente e a pergunta que muita gente faz quando estão em casa, na rua,com amigos,familiares,etc...mas muitos ainda não encontraram a resposta, mesmo estando a disposição de todos manuais onde explicam o que é realmente a paz, mas o certo porém é que muita gente ainda não descobriu. A verdadeira paz não é aquela que se "ouve" no calar das armas ,nem tão pouco no silêncio solitário da adicção,  das drogas, das noitadas. Mas, sim aquela paz com que caminha conosco noite e dia ,que nos faz sentir diferentes, que nos faz encontrar forças onde apenas existem derrotas ,é aquela certeza de vitória que nós temos quando simplesmente tudo em nosso redor está perdido. E surgue a questão onde encontrar essa paz?

Deus, em sua infinita bondade não escondeu a paz, colocou a em um lugar de fácil acesso: dentro de nós. A paz é íntima, é individual, não adianta procurá la em locais distantes, só encontraremos a paz olhando para dentro de nós mesmos e valorizando cada pequeno momento.

Listei algumas coisinhas que lhe desejo , veja se concorda comigo e com Vítor Hugo :



Desejo




Desejo primeiro que você ame,
E que amando, também seja amado.


E que se não for, seja breve em esquecer.
E que esquecendo, não guarde mágoa.

eu e o meu amor


Desejo, pois, que não seja assim
Mas se for, saiba ser sem se desesperar
Desejo também que tenha amigos
Que mesmo maus e inconseqüentes
Sejam corajosos e fiéis
E que pelo menos em um deles
Você possa confiar sem duvidar

meu pai


E porque a vida é assim
Desejo ainda que você tenha inimigos
Nem muitos, nem poucos
Mas na medida exata para que
Algumas vezes você se interpele
A respeito de suas próprias certezas.
E que entre eles
Haja pelo menos um que seja justo



Desejo depois, que você seja útil
Mas não insubstituível
E que nos maus momentos
Quando não restar mais nada
Essa utilidade seja suficiente
Para manter você de pé.


Desejo ainda que você seja tolerante
Não com os que erram pouco
Porque isso é fácil
Mas com os que erram muito e irremediavelmente
E que fazendo bom uso dessa tolerância
Você sirva de exemplo aos outros

Desejo que você, sendo jovem,
Não amadureça depressa demais
E que sendo maduro
Não insista em rejuvenescer
E que sendo velho
Não se dedique ao desespero
Porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor

Desejo, por sinal, que você seja triste
Não o ano todo, mas apenas um dia
Mas que nesse dia
Descubra que o riso diário é bom
O riso habitual é insosso
E o riso constante é insano.

Desejo que você descubra
Com o máximo de urgência
Acima e a respeito de tudo
Que existem oprimidos, injustiçados e infelizes
E que estão bem à sua volta
Desejo ainda
Que você afague um gato, alimente um cuco
E ouça o joão-de-barro
Erguer triunfante o seu canto matinal
Porque assim, você se sentirá bem por nada

Desejo também
Que você plante uma semente, por menor que seja
E acompanhe o seu crescimento
Para que você saiba
De quantas muitas vidas é feita uma árvore

Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro
Porque é preciso ser prático
E que pelo menos uma vez por ano
Coloque um pouco dele na sua frente e diga:
"Isso é meu"
Só para que fique bem claro
Quem é o dono de quem

Desejo também
Que nenhum de seus afetos morra
Por eles e por você
Mas que se morrer
Você possa chorar sem se lamentar
E sofrer sem se culpar

Desejo por fim
Que você sendo homem, tenha uma boa mulher
E que sendo mulher, tenha um bom homem
Que se amem hoje, amanhã e nos dias seguintes
E quando estiverem exaustos e sorridentes
Ainda haja amor pra recomeçar



E se tudo isso acontecer
Não tenho mais nada a lhe desejar



Nenhum comentário:

Postar um comentário